Pontos Turísticos de Belém – PA

Recheada de muita história e cultura a capital do Pará oferece muitos atrativos aos turistas. A maioria dos pontos turísticos de Belém fica na região da Cidade Velha e do Centro Histórico.

São muitas construções que mostram a arquitetura e grandiosidade da época de ouro do Ciclo da Borracha. No Centro Histórico também estão localizados o Mercado Ver-o-Peso, o Porto e várias igrejas, como a Catedral e a Igreja de Santo Alexandre.

Pontos Turísticos na região do Centro Histórico de Belém: fizemos uma sugestão de roteiro pelos pontos turísticos que ficam no Centro Histórico e seus arredores.

Muitas das atrações ficam próximas uma das outras, em trechos que podem ser percorridos a pé. Mas em alguns pontos a distância é maior, o deslocamento de carro ou transporte público fica mais rápido e menos cansativo.

Baía de Guajará com o Mercado Ver o Peso em Belém - PA

Baía de Guajará com o Mercado Ver o Peso ao fundo - Crédito: Elizabeth Misciasci - Flickr

 

Pontos Turísticos de Belém:

Mercado de São Brás: inaugurado em 1911, sua construção possui estilo neoclássico e art nouveau. Fica no final da Av. Magalhães Barata na frente de uma praça com um monumento em homenagem à São Brás. Caminhando por 3 quadras pela Av. Magalhães Barata chega-se ao Parque da Residência.

Parque da Residência: antiga residência oficial dos governadores do Pará, atualmente foi transformado em um centro cultural e abriga a sede da Secretaria de Cultura do Estado.

Possui um belo pátio todo ajardinado e com muitas árvores, com vários passeios pavimentados com pedras portuguesas e decorado com belas luminárias de ferro e algumas estátuas.

O local conta com várias atrações como o Palacete onde moravam os governadores, restaurante, coreto, um vagão de trem em exposição, orquidário e o Teatro Gasômetro, que fica na parte de trás do Parque da Residência e tem capacidade para 400 pessoas.

Caminhando por mais 2 quadras na Av. Magalhães Barata você chegará a um dos pontos turísticos mais visitados de Belém, o Museu Paraense Emílio Goeldi.

Museu Paraense Emílio Goeldi – Parque Zoobotânico: no local funciona o mais antigo centro de pesquisa da fauna e da flora da floresta amazônica, inaugurado em 1866, ocupando uma área de mais de 5 hectares no Centro de Belém.

Conta com mais de 600 animais, alguns ameaçados de extinção, cerca de 2000 árvores nativas da região, um aquário e uma exposição que aborda o trabalho do naturalista Emílio Goeldi.

Caminhando por mais 5 quadras na Av. Magalhães Barata chegamos à Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Nesse percurso fica o imponente Colégio Gentil Bittencourt.

Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré: foi erguida no local onde a imagem da Santa foi achada. A construção original era de 1852 e a construção atual foi iniciada em 1909. Durante o Círio de Nazaré a imagem da Santa sai da Catedral Metropolitana e segue em procissão, acompanhada por milhões de pessoas, até a Basílica.

Na frente da Basílica fica a Praça Justo Chermont, ou Praça da Basílica. Seguindo pela Av. Nazaré até o seu final, está a Praça da República onde fica o Theatro da Paz. Esse percurso tem cerca de 10 quadras.

Theatro da Paz: inaugurado em 1878, época do auge do Ciclo da Borracha, é um dos mais luxuosos do país e o mais antigo da região amazônica.

Fica na Praça da República que além do Theatro da Paz também possui um monumento em homenagem a República e duas outras construções históricas onde hoje funcionam o Teatro Waldemar Henrique e a Escola de Arte da Universidade Federal do Pará.

Theatro da Paz em Belém - PA

Interior do Theatro da Paz - Crédito: Santa Brígida - Flickr

 

Caminhando por umas 4 quadras pela Av. Presidente Vargas, você chegará ao belo prédio em estilo neoclássico onde funciona a administração da Companhia Docas do Pará. Em frente fica a Estação das Docas, as margens da Baía do Guajará.

Estação das Docas: ocupa uma área de 500 metros da orla da Baía do Guajará onde funciona um complexo de lazer com várias opções gastronômicas, museu, feira de artesanato, lojas e espaço para apresentações.

Ao lado da Estação das Docas fica o famoso Mercado Ver-o-Peso, um dos mais tradicionais pontos turísticos de Belém.

Mercado Ver-o-Peso: existe desde 1625 e é considerado como a maior feira aberta da América Latina. Nele são comercializados alimentos e ervas tradicionais do Pará, que chegam em sua maioria por via fluvial ao mercado.

Mercado de Peixe - Mercado Ver o Peso em Belém - PA

Mercado de Peixe do Mercado Ver-o-Peso à noite - Crédito: Celso Abreu - Flickr

 

No entorno do Mercado Ver-o-Peso ficam várias construções e atrações históricas como o Solar da Beira, a Ladeira do Castelo, a Praça do Pescador, a Praça do Relógio, o Mercado de Ferro, o Mercado da Carne e a Feira do Açaí.

Complexo Feliz Lusitânia: fica ao lado do Mercado Ver-o-Peso e possui diversas atrações: Catedral Metropolitana de Belém, Forte do Presépio, Casa das Onze Janelas, Igreja de Santo Alexandre e o Museu de Arte Sacra.

Bem ao lado da Igreja de Santo Alexandre fica a Praça Dom Pedro II, que também possui algumas construções importantes e históricas.

Praça Dom Pedro II: nela estão localizados o Palácio Antônio Lemos, onde funciona a Prefeitura Municipal, e o Palácio Lauro Sodré, sede do Museu do Estado do Pará. A Praça Dom Pedro II também é ponto de partida para o passeio de bondinho pelo Centro Histórico de Belém (verificar se está em funcionamento).

Seguindo pela Av. Dezesseis de Novembro por cerca de 10 quadras você chegará ao Espaço São José Liberto.

Espaço São José Liberto: local onde funcionava um presídio até o ano 2000, foi revitalizado e hoje abriga o Museu de Gemas do Pará, a Casa do Artesão, o Polo Joalheiro, uma capela, além de contar com espaço para apresentações e exposições.

Mangal das Garças: distante cerca de 1 km do Espaço São José Liberto, o Mangal das Garças é um parque ecológico inaugurado em 2005 em uma área revitalizada no entorno do Arsenal da Marinha e as margens do Rio Guamá.

Conta com várias espécies de animais, árvores e plantas da região, além de museu, farol, mirante, viveiros, borboletário, orquidário, loja e restaurante.

Mangal das Garças em Belém - PA

Mangal das Garças, área de revitalização em Belém - Crédito: rictulio - Flickr

 

Pontos Turísticos em outros locais de Belém:

Bosque Rodrigues Alves: possui diversos projetos de pesquisa e conscientização ambiental, além de contar com milhares de espécies da fauna e da flora regional.

Bioparque da Amazônia – Crocodilo Safari Zoo: trilhas levam os visitantes a percorrer trechos de quatro ecossistemas interligados com exemplares da fauna e da flora da floresta amazônica. Pelo percurso existem alguns museus. O passeio pode ser feito de carro com o acompanhamento de um guia.

Distrito de Icoaraci: localizado a 20 km ao norte do Centro de Belém o distrito possui praia fluvial, feira de artesanato e uma concentração de bares e restaurantes.

Complexo Ver-o-Rio: ao lado do porto, é um espaço de 5000m² com barracas de comidas típicas, bares, espaço para shows e um lago com pedalinhos.

Comments

  1. Que cidade Liiiiiiiiiiinnnnnnnnnndaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!

  2. Nem tudo que reluz, é ouro, hein!!! o calor é imenso, chega a 35 graus,só achei locais que servem comida fria,e indigesta, o cheiro do ver-o-peso é insuportável,e não tem organização alguma,fede a peixe podre. Ainda fomos assaltados, e a policia foi omissa.

  3. tambem vocs so foram nos lugares mais feios

  4. valeria reis dos santos guterres says:

    cidade linda minha terra natal!

  5. valeria reis dos santos guterres says:

    o clima de cada estado varia, a cidade é linda, mas como em qualquer lugar do mundo…é preciso ter cuidado pra nao ser assaltado! a capital Belém é linda, é rica em história, nao generalize a sua infelicidade de ter sido assaltado como se fosse o unico, com certeza vc nao tomou os cuidados devidos pra que isso nao ocorresse, ja fui a belem varias vezes em 24 anos de vida e nunca fui assaltada, sempre tive os devidos cuidados de nao andar com nada chamatico, bolsa só quando necessario e ainda assim com a alças cruzadas. vc,s estao de parabens! a cidade é tudo isso e muito mais! chove todas as tardes, super agradavel!

  6. Vou a Belem……….algma dica ?
    obrigado !

  7. marcondes fonseca says:

    IREI À BELÉM EM JANEIRO DE CARRO, GOSTARIA QUE ME INFORMASSEM LOCAIS TURISTICOS QUE DEVO IR, ALÉM DOS JÁ DIVULGADOS. GOSTO DE FAZER TURISMO EM LOCAL ONDE O TURISTA NAO VAI, EM RAZÃO DOS PACOTES.
    ME ENVIE POR FAVOR A LOCALIZAÇÃO QUE PONHO NO GPS. MORO EM PERNAMBUCO
    GRATO.

  8. Jucilene Anjos says:

    Amo essa cidade, e ela é linda com sua formas e defeitos, em que lugar é que não há ladrões?
    Antes de qualquer desculpa pra falar da Cidade das Mangueiras, precisa sentir primeiramente o calor intenso e a tardinha aquela chuvinha para alegrar a tarde dos paraense, da próxima vez curta a cidade, ela é um especulo a qualquer hora e momento, o mercado de peixe vende o que? Há mal cheiro? Vc saiu daqui com as más intenções e não soube valorizar o que há de mais bonito, nós os paraenses. Em relação ao policiamento, me desculpa a minha ignorância, acho que é assim em qualquer lugar, eles são mal pagos, desvalorizados e criticados o tempo todo, mais falta incentivo é do governo que não investe nem em segurança e nem na educação brasileira.
    Vem para o PARÁ aqui vc se diverte toda a noite, e a cada manhã, com musicas, danças folclóricas, obras artisticas, predios com artes barroca e muito mais, além do mais, Belém sempre será a Belle Époque dos nossos olhos e desejos…

Speak Your Mind

*