Pontos Turísticos em Manaus – AM

Natureza, cultura e história fazem parte das principais atrações da capital do Amazonas. Os pontos turísticos de Manaus tornaram a cidade um dos principais destinos turísticos do Brasil.

O Centro Histórico de Manaus concentra grande parte dos pontos turísticos, com muitas construções do final do século XIX e início do século XX, época do auge do ciclo da borracha. Na região central também é possível conhecer o porto com cais flutuante e observar as águas escuras do Rio Negro.

Pontos Turísticos em Manaus:

Centro Histórico: um passeio pelo Centro Histórico de Manaus pode ser feito a pé, levando o turista a conhecer a bela arquitetura dos prédios históricos construídos em sua maioria na época do auge do Ciclo da Borracha na capital do Amazonas. Abaixo, segue uma sequência de pontos turísticos no Centro Histórico que podem ser percorridos a pé, para quem tem um pouco de fôlego.

Teatro Amazonas: um dos principais pontos turísticos de Manaus, foi inaugurado em 1896 e é o maior patrimônio arquitetônico do Ciclo da Borracha e um dos teatros mais bonitos e famosos do Brasil.

Fica no Largo São Sebastião, onde também estão localizados o Monumento Comemorativo a Abertura dos Portos e a Igreja de São Sebastião, de 1888. Atrás do teatro fica o Palácio da Justiça, inaugurado em 1900 em estilo neoclássico.

Interior do Teatro Amazonas em Manaus - AM

Riqueza de detalhes do Teatro Amazonas - Crédito: Marcelo Seixas - Flickr

 

Palacete Provinçal: distante 5 quadras do Teatro Amazonas, localizado na Praça Heliodoro Balbi, o Palacete Provinçal foi inaugurado em 1875 e abrigou por muito tempo várias repartições públicas. Em 1980 o palacete e a praça foram tombados como Patrimônio Histórico e Artístico. Atualmente o palacete abriga um centro cultural com exposições, museus e a Pinacoteca do Estado. O Largo da Matriz fica umas 4 quadras distante.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição: inaugurada em 1877, no mesmo local de antigas igrejas. Fica no Largo da Matriz, uma praça bastante arborizada, onde está localizado o Relógio Municipal, construído em 1927 para comemorar o centenário da elevação de Manaus a cidade.

Porto de Manaus: logo em frente ao Largo da Matriz fica o prédio da Alfândega (construído em 1906), já na região do Porto.

O Porto foi inaugurado em 1907 e possui o caís flutuante que acompanha o nível das águas do Rio Negro, podendo ser operado normalmente em épocas de cheia.

Barcos no Rio Negro em Manaus

Barcos no Rio Negro em Manaus - Crédito: Mr. Boombust - Flickr

 

No final do Porto está localizado o Mercado Municipal Adolfo Lisboa, cuja fachada é uma réplica do Mercado Les Halles em Paris.

Ao sair do mercado e caminhar umas 8 quadras pelas orlas do Rio e Negro e do Igarapé dos Educandos, repletas de barcos, você chegará na Usina Chaminé, antigamente um centro de tratamento de esgoto, atualmente é um centro de artes.

Uma quadra após a Usina Chaminé está o Parque Senador Jéfferson Péres, onde fica localizado o Palácio Rio Negro.

Parque Senador Jéfferson Péres: inaugurado em 2009, faz parte de um programa para revitalizar e recuperar os igarapés de Manaus e se tornou um dos pontos turísticos mais interessantes da cidade.

Possui uma área de 53.000m², em formato de Y e conta com vários passeios para caminhadas, pontes sobre os igarapés, ciclovia, chafariz, playground, orquidário, 2 lanchonetes e belo ajardinamento. Com a iluminação noturna fica ainda mais belo.

No interior do parque está localizado o Palácio Rio Negro, antiga sede do governo estadual, onde atualmente funciona um centro cultural.

Parque Senador Jefferson Peres

Parque Senador Jefferson Peres - Crédito: Gabriel Smith R - Flickr

 

Pontos turísticos em outros locais de Manaus:

Encontro das Águas: atração natural quer pode ser vista em um passeio de barco descendo por alguns quilômetros o Rio Negro a partir do Porto de Manaus.

A junção do Rio Negro (águas escuras) com o Rio Solimões (águas barrentas) forma o Rio Amazonas. No início as águas dos rios Negro e Solimões correm visivelmente lado a lado, sem misturar, devido as diferenças de temperatura, densidade e velocidade.

Encontro das Águas

Encontro das Águas - Crédito: Renato A. Costa - Flickr

 

Bosque da Ciência: espaço para preservação e educação ambiental, onde o visitante tem contato com um pouco da flora e da fauna amazônica.

Centro de Artesananto Branco e Silva: local onde artesãos oferecem seus produtos que são feitos com materiais típicos da Amazônia.

Praia da Ponta Negra: praia fluvial, bastante agitada, com calçadão e bares.

Zoológico do Cigs: o Centro de Instrução de Guerra na Selva possui um zoológico com cerca de 300 animais de 60 espécies da fauna amazônica.

Comments

  1. elinilson mendonça mendes says:

    bastante interessante esse sate
    gostei tudo oque voce precisa
    voce axa……

  2. esse foi um trabalho bem mais enteresante qwe eu ja fiz

  3. Vou conhecer Manaus e procurei os pontos turísticos na internet e sempre sao os mesmos; Theatro Amazonas, encontro das águas, porto e Jardim botanico que nunca tem foto.
    Vocês precisam postar mais fotos da cidade pra o Braisl poder conhecer, nem que seja por fotos. Assim vamos achar que Manaus só tem esses pontos tirísticos.
    Abraço

  4. Jardim botanico é legal, só tem mato! Show.

  5. E tem varios banhos muito lindos aqui em manaus.

  6. ainda bem q ew moro em manaus gente

Speak Your Mind

*